Qual o valor mínimo para pagamento do INSS como autônomo?

O valor mínimo para pagamento do INSS como autônomo é de 20% sobre a renda. O profissional precisa calcular esse valor e preencher o Guia da Previdência Social. Este valor é para o Contribuinte Individual Facultativo.

Para este trabalhador que deseja pagar seu INSS como autônomo, a contribuição varia entre 20% do salário mínimo até o valor do teto do INSS, que é de R $6.433,57. Assim, de acordo com o salário mínimo atual de R$ 1100, o valor varia entre R $220 e R $1.286,71 por mês. Estes valores são para Contribuintes Individual Código 1163, Código 1007. A contribuição deste valor dá direito à aposentadoria por idade ou contribuição, bem como outros benefícios do INSS.

Para o Contribuinte Individual Código 1163, em que entram os autônomos que prestam serviços para pessoas físicas, a contribuição é de 11% do salário mínimo. O valor  é de R$ 121 por mês. O pagamento deste valor concede o direito à aposentadoria por idade, além de outros benefícios do INSS.

A categoria dos Contribuintes Individuais Código 1120 entram os autônomos que prestam serviços para pessoas jurídicas. Nesses casos, assim como o Código 1163 e 1007, a contribuição pode ser de 20% do salário mínimo até o valor do teto do INSS (R $6.433,57). O valor também varia entre R $220 e R $1.286,71 por mês.

Nesses casos, os trabalhadores possuem direito à dedução de 45% da contribuição mensal, já que a empresa contratante é a responsável por descontar 11% do valor a ser pago para o INSS.

A contribuição também dá o direito à aposentadoria por idade, contribuição, bem como outros benefícios do INSS.

Qual o valor mínimo para pagamento do INSS como autônomo?

Qual o valor mínimo para pagamento do INSS como autônomo MEI?

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) estão enquadrados na categoria de contribuintes individuais do INSS. Contudo, a forma de pagamento é a partir da guia DAS. A contribuição é de 5% do salário mínimo (R $55) acrescido de R $1 de ICMS para os MEIs que desenvolvem atividades de comércio e indústria e R $5 de ISS para prestadores de serviço. O valor pode chegar a até R $61 por mês.

O valor desta contribuição dá direito à aposentadoria por idade e outros benefícios do INSS.

Quais as vantagens de contribuir para o INSS

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o órgão responsável pelos benefícios e aposentadorias para trabalhadores que contribuem com a Previdência Social.

A principal vantagem de contribuir para o INSS é assegurar o recebimento de um benefício mensal durante a aposentadoria. Além disso, o trabalhador contribuinte também possui o direito de receber o auxílio-doença em caso de afastamento por motivo de saúde.

O INSS autônomo é voltado para os trabalhadores sem carteira assinada (prestadores de serviço) que desejam contribuir para a Previdência Social e assegurar seus direitos. O pagamento ao INSS depende da renda mensal e o tipo de recolhimento. Isto é, o código que mais se enquadra com sua situação.

A resposta para a pergunta “Qual o valor mínimo para pagamento do INSS como autônomo?” é que o menor valor a se pagar é de 20% do salário mínimo. Em caso de o autônomo prestar serviço para Pessoas Físicas, este valor cai para 11%. Para Microempreendedores Individuais (MEIs), a contribuição é fixada a 5% do salário mínimo acrescido da taxa da atividade exercida.