Cheque devolvido motivo 70: O que significa? O que fazer?

Cheque devolvido motivo 70 significa sustação ou revogação temporária daquele cheque passado. É, portanto, um problema que está totalmente relacionado ao impedimento de pagamento.

Então, se você está querendo saber mais sobre esse tipo de problema e como proceder, confira algumas informações importantes que separei para você!

Cheque devolvido motivo 70: veja como proceder

cheque devolvido motivo 70

Quando se fala em realizar um pagamento com cheque, é importante saber que esse documento que representa seu dinheiro, possui inúmeras especificações que devem ser cumpridas.

Claro, o maior motivo para um cheque devolvido ainda é a falta de saldo na conta do pagante. No entanto, você sabia que existe código até mesmo para “imagem fora do padrão”? E a lista não para por aí, é extensa e pode até assustar quem está começando a trabalhar com cheques.

Sendo assim, a categoria de “Impedimento de Pagamento” em que o motivo 70 está incluso, se refere a cheques considerados sustados e revogados. Nessa mesma categoria existem problemas relacionados como:

  • Em caso de furto ou roubo do cheque;
  • Quando o cheque preenchido é extraviado;
  • Na ocasião de o talão de cheques em branco ser extraviado;
  • Em caso onde o emissor do cheque acabou esquecendo de assinar;
  • Assinaturas erradas ou rasuradas.

Agora, se quer saber exatamente o que significa sustação ou revogação temporária, temos duas possibilidades. A primeira acontece quando uma pessoa tem um cheque perdido ou roubado. O correntista, então, susta o cheque na agência bancária e o pagamento fica impedido de acontecer.

A segunda situação é o desacordo comercial. Sendo assim, para identificar o motivo exato do seu cheque devolvido você pode recorrer ao seu extrato bancário ou visitar sua agência, principalmente ao perceber que o cheque não foi compensado.

Leia também: Como fazer transferência bancária de um banco para outro?

O que fazer com um cheque devolvido em 3 passos

1. O que acontece com cheque devolvido?

Na maioria das vezes o emissor do cheque claramente não tem a intenção de passar um cheque com problemas, não é mesmo?

Entretanto, problemas acontecem, principalmente os financeiros, e por isso as instituições bancárias e judiciais criaram normas e penas que podem trazer consequências trabalhosas de serem resolvidas.

Quando a situação não se resolve, o titular do cheque pode ter seu nome e CPF inscritos em listas de restrição de crédito, como SPC e Serasa. Mas é bom saber que isso acontece em últimos casos e quando as instituições enxergam que o emissor não possui boa-fé para solucionar o problema.

Se você considerar um cheque sem fundo, por exemplo, o titular possui um processo que consiste em 2 etapas, a primeira e a segunda devolução. Na primeira o processo não decorre de multas, mas já na segunda devolução é mais trabalhoso, decorre de juros e o titular deve ir atrás do cheque pessoalmente.

Passado esse período sem solução, o titular pode ter seu nome inscrito no Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos (CCF). Acesse o link anterior para saber se o seu nome está inscrito no CCF e veja mais informações para solucionar essa pendência.

DICA EXTRA: utilizei o exemplo do cheque sem fundo, pois é um problema mais complexo, já para motivo 70 te recomendo acionar o atendimento da sua agência, pois deverá ser suficiente para resolver seu problema!

Leia também: Cartão de crédito para negativado com limite: qual o melhor?

2. É possível localizar a folha de cheque sustada?

Como o cheque é um documento físico, normalmente ele é repassado diversas vezes antes de ser depositado ou sacado em banco. É justamente esse processo que dificulta resolver as pendências com cheque, pois fica difícil localizar.

Por outro lado, sua agência tem os meios necessários para facilitar a identificação aproximada do cheque. Utilizando um processo chamado de “Microfilmagem”, é viável compreender o histórico de movimentação do documento.

Em todo caso, se isso não for suficiente você pode acionar um advogado que entrará com uma ação. Essa ação tem como objetivo solicitar a baixa restritiva nos órgãos de crédito.

Em seguida, o juiz responsável faz a publicação em um edital requisitando a manifestação do detentor do cheque, caso não haja reação em até 30 dias, seu débito pode ser considerado quitado.

3. Como regularizar um cheque devolvido?

É simples na realidade, basta quitar os débitos que constam em aberto. Infelizmente teve um cheque devolvido motivo 70? Se estiver em mãos é mais fácil ainda, regularize suas pendências e pague o mais rápido possível.

O cheque está com terceiros? É possível localizar com facilidade a pessoa? Então, entre em contato e solicite a folha para regularização. Do contrário, vá à sua agência e procure a ajuda necessária para pôr um fim nessa situação.

Dessa forma, quando realizar a quitação do valor em aberto é só entrar em contato novamente com o banco e apresentar:

  • Valor e data do pagamento do cheque;
  • A numeração completa do cheque;
  • Nome, CPF, RG e assinatura do credor.

Ah, leve também o extrato bancário da sua conta, apontando a movimentação.

Prontinho, agora se voltar a acontecer de ter um cheque devolvido motivo 70, você já sabe o porquê e como pode se livrar disso. Espero ter contribuído para a saúde das suas finanças. Compartilhe as dicas! 😊